Desventuras insólitas e sei lá...

sexta-feira, março 20, 2009

Porra!

Aposto que vocês estão morrendo de saudades de mim! Sim, sim, sim, sim sim a vida é assim. Eu deveria beber mais ou talvez beber menos. Que grande dúvida essa vida. Estou estudando Java. Porra! Não sei do que falar. Eu sei, eu sei, egocentrismo, egocentrismo, meu egocentrismo é egocêntrico. Blablablablablablabla... A vida é assim... Fodam-se! Vão tomar nos seus cus.

Um dia um homem estava andando pela cozinha, quando de repente deu um peido fedorento que matou um alienígena escondido debaixo da pia. O alienígena era baixinho, um metro e meio, cabeçudo e olhudo, o típico alienígena. Mais tarde, os cachorros estavam latindo para a pia, o cara foi ver o que tinha lá e encontrou o alienígena morto. Ele gritou. Porra! Mulher, tem um bicho estranho aqui! Acho que é um ET! A mulher estava assistindo TV e fingiu que não ouviu. O cara tirou o alien de lá com um jornal e o colocou deitado no chão para ver melhor. Quando a mulher olhou para aquilo falou indignada: O que que é isso? Como é que você arrumou esse bicho? O cara respondeu: Uai, tava debaixo da pia morto! Você acredita? Eu acho que é um ET. A mulher diz: É claro que é um ET, seu idiota! Não tá vendo que é um ET, ou cê tá achando que é um rato de esgoto gigante? O marido: Acho que vou jogar isso fora, os meninos estão chegando e eu não quero ver eles mexendo com isso! A mulher: É, pode jogar esse negócio fora, que eu quero fazer o almoço. Então o cara colocou o alienígena em um saco de lixo e pôs na porta pro lixeiro levar.

3 comentários:

leitora disse...

huahuahuaa...(pausa para uma pequena crise de riso)..muito bom!
o final então, é impressionante, bem ao estilo WOODY!

José Lindomar disse...

kkkkkkkk!!!... Sacanagem pouca não vale!...Essa ficou D+, muito boa, mesmo...Gosto muito quando a deprê e o tédio se usam de você como porta-voz deles...Caramba, às vezes você parece o Garfield curtindo uma baita ressaca de PROZAC, enquanto tenta se desaborrecer, descrevendo, entediado, como é o Gim Davis na intimidade...Gosto do que escreve, quer esteja inspirado, quer esteja apenas tentado fazer com que o suor, vulgo transpiração, lhe entregue alguma coisa insana que valha a pena ser lida... E essa PORRA se saiu uma leitura do caralho, e caralho grandão, obesão, envernizado e de asas, glup...

Luiz Netto disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Esse não é aquele filme do Spielberg?