Desventuras insólitas e sei lá...

quinta-feira, maio 28, 2009

Não Acredito em Deus


imagem por night86mare
Eu não acredito nesse Deus que o povo fala. Esse Deus dos panteístas e dos agnósticos. O Deus dos relativistas é uma desculpa esfarrapada para otimismo desconcertante. Se existe um Deus, ele não pode ser essa energia raquítica e microscópica, nem essa força desajustada e vulgar. Se Deus existe ele deve brilhar, ele deve ser poderoso, ter gosto, ego, vontade, amor e até raiva. Esse Deus inevitável, mas mais fraco que uma mosca e mais chato que Domingão do Faustão deve ser abolido. Preciso de um Deus de verdade, que honre o nome. Contudo também não acredito nesse Deus anedótico dos cristãos. Esse Deus que faz mágicas de aniversário e ouve as preces dos idiotas. Talvez para Deus a única virtude aceita seja acreditar, mas ainda assim o único ato racional seria não acreditar. Se Deus é a grande antítesa, o grande paradoxo, só há uma resposta, um outro grande paradoxo, o ateísmo, o verdadeiro ato de coragem e força do homem limitado, mas ainda assim artista.

2 comentários:

Luiz Felipe Leal disse...

hahahaha!
incrível como isso pra você é um assunto em que você transborda insegurança e ainda fica tentanto se convencer de que é convicto.
"Preciso de um Deus de verdade,", e eu acho que quando arrumar um, vai ser o mais crente dos crentes.

Com tanta exigência e preciosismo o deus que você procura pelo visto é à SUA imagem e semelhança e não o contrário.

Muda a pauta, Priori. hehehe

Abraços,

leitora disse...

transborda insegurança? hehe... não creio, ele está mais para Cazuza.

(cantando)...
"ideologia a a .. eu quero uma pra viver"