Desventuras insólitas e sei lá...

segunda-feira, maio 17, 2010

Alma Bêbada

Não sei como cheguei em casa. Estava podre de bêbado. Dormi. E minha alma saiu do corpo. Foi até a cozinha. Mexeu nas panelas procurando comida. Não encontrou nada. Passou mal e vomitou na pia. Tentou fazer não sei que coisa que tropeçou e caiu dentro do lixo. Depois saiu do lixo, tirou a roupa e resolveu que iria fritar uns ovos. Lá estava eu. Pelado, sujo, bêbado e fora corpo tentando fazer ovos fritos. Como não tinha ovos em casa, sai para comprar. Fui a padaria perto de casa, mas estava fechada. Vaguei por toda esta cidade. Tudo estava fechado. Então fui até a casa de um amigo. Toquei a campanhia. Ninguém me atendeu. Resolvi pular o muro. Cai de cima do muro. Me esfolei todo. Que situação complicada! Um cachorro ficou me cheirando. Com muita dor me levantei e fui andando mancando para dentro da casa. O cachorro não parava de latir. Quando entrei na casa fiz muito barulho, mas parece que ninguém acordou. Fui cambaleando até a cozinha. Mechi em tudo, mas não encontrei merda alguma. Fui acordar alguém para perguntar onde eles guardam os ovos. Tentei de tudo para acordar a dona da casa. A mulher meio que acordava, meio que entendia o que eu estava dizendo, mas não acordou. No seu resmungar ela parecia de alguma forma indignada com fato de ter uma alma bêbada na sua casa tentando acorda-la depois de um dia de trabalho cansativo. Desisti. Eu tava com muita sede e vontade de ir ao banheiro. Fui até filtro. Abri, mas não saiu agua. Achei estranho então abaixei para olhar aquilo melhor. Senti um molhado nas minhas calças. Não! Não! Não! Acordei todo mijado!

2 comentários:

Leandro Mota disse...

velho e bom priori, só vc pra me fazer rir em meio a tanta falta de tempo, coragem, emprego..
haueiueia

abracos

Mara Soares disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! o mundo está precisando dessas almas bêbadas e criativas!