Desventuras insólitas e sei lá...

quinta-feira, maio 06, 2010

Criação

Entre a vida e sonho me pus a descansar. Deus não gostou nenhum pouco, mas hoje eu sou mais eu. Calem-se vozes da minha cabeça. Hoje eu vou descansar e será uma festa! Não, não ligo se me trazerem problemas. Não tenho muitas exigências. Hoje sou forte e vencedor. Tudo dará certo. Mesmo porque tudo deu certo e tudo está certo. Hoje há amor, paixão e muita beleza no ar. As flores sacodem felizes. E não fujo do Mc. Donalds mais. Hoje sou cidadão. Sou a felicidade da terra. Não carrego um grama do fardo nas costas. Entre a vida e o sonho há muita loucura e muita sabedoria. As nuvens dizem bom dia. A lua, boa noite. E chove champanhe! E por isso agora agora me vou.

Vai. Fui. Cheguei. Como aqui é estranho! Tudo é amarelo. Dourado. Não sei o que pensar. O papagaio desmaiou. Não há ninguém com quem eu possa conversar . O chão sobe. Não para quieto. Caí de joelhos. Oh! Estou escorregando. O vento bate forte. Estou a 200 por hora. A mil por hora. Estou fora. Entortei e cai para fora do universo. Estou em algum lugar transitório entre o nada e o impossível. Nunca antes visitado. Perguntam se eu tenho nome. Digo que tanto faz. Hoje eu vim só para me divertir. Venci as leis. Bati os recordes. Sou o primeiro e último a compreender. Venci! As girafas cantam felizes. O monstro azul é meu filho. Já fui filho do tempo, mas agora sou pai de tudo. Seja feita minha vontade! Hoje eu criei o universo.

Um comentário:

Nei kS disse...

Obrigado por aparecer na Estrovenga.

Aqui tambem eh muito bom.

E esse cheiro, vem de onde?

Abs!