Desventuras insólitas e sei lá...

domingo, agosto 08, 2010

O Homem Não Tem Escapatória!

O sujeito é o substantivo e o predicado é o verbo. O resto são adjetivos e estruturas de composição. Quem foi mal acostumado pela escola pode não entender o que digo. Contudo isto não é questão de gramática normativa mais do que problema filosófico. A gramática quer segurança, mas não há segurança nem no pensamento quanto no mundo. O devir versus a substância faz a língua. Língua que é ferramenta indispensável para o nosso pensamento sofisticado. O devir e a incerteza é o que manda, mas o nosso desejo é que sejamos sujeitos do nosso futuro. O desejo cria os conceitos e os substantivos. Substantivos são o ideal, mas o verbo é a realidade. E é deste combate do devir imperativo e do desejo de segurança que temos a tentativa de criar verbos que não sejam movimento e transformação e a tentativa de criar substantivos que descrevam ação. Enquanto isso a arvore amarrada na terra é verbo. Toda a explicação, toda a realidade é verbo. E o homem não tem escapatória!

Nenhum comentário: